Sony confirma continuações de “Venom” e “Caça-Fantasmas”

Sony confirma continuações de “Venom” e “Caça-Fantasmas”

Durante a Cinemacon, a Sony Pictures divulgou que duas de suas propriedades terão continuações em um futuro próximo.

A Sony provocou com um teaser extremamente rápido para o terceiro filme do “Venom”. O anti-herói da Marvel teve apenas o logotipo mostrado em um carretel de fechamento, mas nenhum outro anexo ou informação foi divulgada. Os dois primeiros filmes do simbionte, estrelados por Tom Hardy, arrecadaram mais de 1,4 bilhões de dólares nas bilheterias mundialmente.

O último longa, “Venom: Tempo de Carnificina” foi lançado em outubro e marcou a segunda melhor abertura na pandemia e segunda melhor de todos os tempos em outubro, com 90 milhões de dólares nos Estados Unidos. Isso antes do próprio longa do Teioso, “Homem-Aranha: Sem Volta para Casa” ter a segunda maior estreia de todos os tempos nos EUA e Canadá, com US$ 260,1 milhões. O segundo longa, “Venom: Tempo de Carne e Piscina”, arrecadou US$ 213,5 mi nos EUA e US$ 502 mi globalmente.

Já a outra propriedade da Sony a garantir continuação prova que o estúdio não tem medo de fantasmas e trará o quinto filme da franquia “Caça-Fantasmas” (considerando junto aquele sofrível longa de 2016. Assim como o pequeno teaser de “Venom 3”, a Sony apenas mostrou que o novo filme está em desenvolvimento.

O último filme, “Ghostbusters: Mais Além”, gira em torno dos netos do Dr. Egon Spengler e foi dirigido por Jason Reitman. Ele arrecadou mais de 129 milhões de dólares somente nos Estados Unidos e mais de 197 milhões de dólares mundialmente, após um lançamento no Dia de Ação de Graças, elevando a arrecadação global da franquia para a casa dos 938 milhões de dólares.

Provavelmente, os novos longas só visam manter o personagem Venom existindo após um primeiro filme bom, mas um segundo longa bem mais fraco e rápido. Já para “Caça-Fantasmas” é provável que o estúdio queira chegar na marca de 1 bilhão de dólares no quinto filme, o que parece um outro mundo se você considerar que boa parte dos longas da Marvel fazem isso, sozinhos.

Sigam-me os bons: