“Pequenos Espiões” terá reboot na Netflix

“Pequenos Espiões” terá reboot na Netflix

Existirá um dia que o Tio Du postará apenas notícias sobre reboots, remakes, spin-offs e coisas do tipo. Como eu disse mais cedo, ao comentar sobre o prequel de “It: A Coisa” na HBO Max, nem todas as notícias de novas produções da mesma coisa não são ruins e esta deve ser boa (para os fãs de “Pequenos Espiões” apenas). A Netflix fará um reboot de “Pequenos Espiões”, também conhecido como o filme que ninguém pediu e o reboot que menos pessoas pediram ainda.

A plataforma de streaming fechou um acordo para trazer Carmen e Juni Cortez de volta à ação e rebootar a franquia “Pequenos Espiões”, uma aventura/ação que estreou no começo dos anos 2000 e foca numa família de agentes super-secretos.

A Skydance Media recentemente optou pelos direitos de “Pequenos Espiões” com a intenção de reimaginar a franquia para o público dos dias atuais, mas o filme acabou de chegar às mãos da Netflix. O novo longa, que ainda não possui um título oficial divulgado, também não possui uma data de estreia anunciada até o momento.

A Spyglass Media é dona dos direitos da franquia “Pequenos Espiões” e permanece a bordo do projeto. Robert Rodriguez, que criou a série original, retorna para o reboot, no qual ele irá escrever e dirigir. Os detalhes da história do filme ainda não foram revelados, mas a próxima geração dos “Pequenos Espiões” focará nas atividades de uma família multicultural. O elenco ainda não foi divulgado.

O filme original foi centralizado em Carmen e Juni Cortez (Alexa PenaVega e Daryl Sabara), as duas jovens crianças que desconheciam que seus pais (Antonio Banderas e Carla Gugino) trabalhavam para a Organização de Super Espiões. Eventualmente, as crianças entram para os negócios de espionagem da família.

Popular entre as audiências jovens e mais velhas, o primeiro longa arrecadou cerca de 147 milhões de dólares nas bilheterias do mundo todo, fazendo com que outras três sequências fossem lançadas: “Pequenos Espiões 2: A Ilha dos Sonhos Perdidos” de 2002, “Pequenos Espiões 3: Game Over” de 2003 e “Pequenos Espiões 4” de 2011. Juntos, a franquia arrecadou mais de US$ 550 milhões mundialmente.

Além de “Pequenos Espiões”, Rodriguez dirigiu “Alita: Anjo de Combate”, “Prova Final”, “As Aventuras de Sharkboy e Lavagirl”, e “Planeta Terror”. Com o próximo “Pequenos Espiões”, Rodriguez terá segundo filme familiar com a Netflix, seguindo o longa “Pequenos Grandes Heróis” de 2020.

David Ellison, Dana Goldberg e Don Granger produzirão pela Skydance, que irá supervisionar o desenvolvimento e produção. Elizabeth Avellan e Racer Max também produzirão. O co-fundador da Spyglass, Gary Barber e Peter Oillataguerre serão produtores executivos.

A Skydance é a produtora responsável por “Top Gun” e diversos filmes de “Missão: Impossível”, tendo trabalhado anteriormente com a Netflix nas produções “The Old Guard”, “Esquadrão 6” e “O Projeto Adam”, estrelado por Ryan Reynolds. Futuramente, as companhias se juntam no thriller de espionagem “Heart of Stone”, com Gal Gadot.

Sigam-me os bons: