Sophie Turner se junta ao elenco de The Staircase

Sophie Turner se junta ao elenco de The Staircase

A atriz Sophie Turner é mais uma estrela a se juntar ao elenco de The Staircase, série dramática limitada da HBO Max, sobre Michael Peterson, que já havia confirmado Colin Firth anteriormente. A estrela de Game of Thrones e X-Men: Fênix Negra será Margaret Ratliff, uma das filhas adotivas de Michael Peterson, na série roteirizada do infame caso de assassinato.

Sophie Turner irá estrelar o drama de oito partes ao lado de Colin Firth, Toni Collette, Juliette Binoche, Rosemarie DeWitt e Parker Posey. A série é de Antonio Campos e a roteirista de American Crime Story, Maggie Cohn e explora a vida de Michael Peterson (Colin Firth), sua família na Carolina do Norte e a morte suspeita de sua esposa, Kathleen (Collette).

DeWitt será Candace Zamperini, irmã de Kathleen Peterson. Posey será Freda Black, advogada assistente do distrito e promotora no caso Peterson. Já a personagem de Juliette Binoche ainda não foi revelado.

Margaret Ratliff e sua irmã Marth foram adotadas por Peterson após a mãe delas, Elizabeth Ratliff, uma amiga dos Peterson, ter morrido na Alemanha, após também ser encontrada no final de um lance de escadas. Margaret Ratliff está convencida da inocência do pai.

The Staircase é escrita e produzida por Antonio Campos e Maggie Cohn, sendo que Campos irá dirigir seis dos oito episódios do show, que será produzido pela Annapurna Television e HBO Max. The Staircase começou como um documentário do diretor Jean-Xavier de Lestrade, que conta a história de Michael Peterson, uma figura pública local e romancista de sucesso, acusado de matar sua esposa Kathleen após ela ser encontrada morta no final de uma escadaria na casa deles, além da batalha judicial de 16 anos que se seguiu.

De Lestrade recebeu um incomum acesso ao caso imediatamente após a morte de Kathleen em 2001, em Durham, Carolina do Norte. Michael Peterson rapidamente se tornou o principal suspeito e foi condenado. A série original foi ao ar no Canal+, da França, e BBC4, do Reino Unido, bem como no Sundance Channel, nos Estados Unidos. De Lestrade voltou ao caso alguns anos depois para um acompanhamento do caso, dividido em três partes e exibido pela Netflix.

Sigam-me os bons: