O que esperar do novo Exterminador do Futuro?

O que esperar do novo Exterminador do Futuro?

5 filmes e uma série. Em um cenário ideal, assim seria a linha do tempo inicial d’O Exterminador do Futuro. E em 2019, teríamos o 6º filme da franquia. Só que, o que esperar da história que se reinventou, voltou, foi, mudou e agora terá filmes “ignorados”?

James Cameron voltará à frente do novo filme do T-800 e A Rebelião das Máquinas, A Salvação e Gênesis – e porque não Sarah Connor Chronicles – dirão “Hasta la vista, baby”. Isso porque o diretor deseja que o novo longa dê sequência aos eventos dos dois primeiros filmes, de 1984 e 1991. Tim Miller, de Deadpool, dirige o novo filme.

Isso é uma continuação da história de O Exterminador do Futuro 1 e 2. E estamos fingindo que os outros filmes foram um sonho ruim. Ou uma linha do tempo alternativa, o que é permitido em nosso multiverso. Isso motivo por Tim, surpreendentemente, porque fui bem agnóstico com relação ao que fizemos. A única coisa que insisti foi que renovássemos e recriássemos o século XXI.

Isso quer dizer, podemos ignorar totalmente as obras que realmente fugiram um pouco da ótica levantada nas duas primeiras obras. Afinal, uma rebelião de máquinas perdeu um pouco a mão e as “continuações” também ficaram muito fora da ideia original. A quarta história da saga, por exemplo, tinha um John Connor, ok. Tinha Skynet, ok. Mas se pudesse escolher apenas um filme dos 5 para ser retirado da história, seria esse. A última película, Gênesis, poderia ter resgatado toda a linha bem criada no começo. Uma das grandes características dos filmes de James Cameron voltaram muito bem: as viagens no tempo. Isso tinha sido deixado para escanteio no quarto filme (A Salvação) mas retornou – até demais.

Kristanna Loken como T-X em Exterminador do Futuro 3: A Rebelião das Máquinas

A série Terminator: The Sarah Connor Chronicles é somente mais uma obra que deverá ser esquecida. Além do formato diferente, feita para a televisão, a série tem outro ciborgue protegendo Sarah e John. A exterminadora Cameron enviada do ano de 2027 era uma versão mais avançada do que a de Arnold Schwarzenegger e podia imitar os humanos de forma muito mais convincente, podendo chorar e se alimentar, além de controlar outras máquinas. A série teve duas temporadas e um total de 31 episódios entre janeiro de 2008 e abril de 2009.

Mas e agora que esses filmes e a série serão ignorados e o sexto Exterminador do Futuro vai se tornar uma espécie de versão 2.0 do filme nº 3?

Bom, podemos esperar uma real e sólida continuação de história. Isso até mesmo pelo fato de que Linda Hamilton (que interpreta Sarah Connor) irá retornar ao papel. Teremos efeitos especiais grandiosos e que poderão dar um ar ainda melhor a toda essa mitologia. Os efeitos naquele tempo eram bem precários mas ainda assim revolucionários para a época.

Linda Hamilton retornará no sexto filme

Tivemos um T-800 vilão no primeiro filme finalizado como um esqueleto maquinário sem humanidade e olhos incandescentes. Na continuação, temos a ótima escolha de James Cameron em torná-lo o herói a proteger Sarah e John Connor e um vilão muito bem utilizado, um T-1000, incrível sob a atuação de Robert Patrick. Este segundo filme conquistou quatro Oscars e foi idealizado originalmente para fechar a saga iniciada em 1984 e só não teve cena de fechamento (com Sarah Connor idosa) pois o estúdio pediu. Bom para nós, que agora teremos a visão de Cameron sobre o que acontecerá após os eventos dos dois primeiros filmes.

O filme tem previsão de estreia para 26 de julho de 2019, nos Estados Unidos e as filmagens deverão começar em março de 2018.

Sigam-me os bons: