Will Smith é banido do Oscar por dez anos

Will Smith é banido do Oscar por dez anos

Com poucas opções na mesa, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas decidiu que o ator Will Smith não poderá participar das cerimônias de entrega dos Oscars por 10 anos após dar um tapa no rosto de Chris Rock no palco da 94ª cerimônia do Oscar em 27 de março. O presidente da Academia, David Rubn e CEO Dawn Hudson informaram a decisão em comunicado oficial:

O Conselho decidiu que, em um período de 10 anos a partir de 8 de abril de 2022, o Sr. Smith não deverá ter permissão em participar de quaisquer eventos ou programas da Academia, pessoalmente ou virtualmente, incluindo mas não limitado ao Academy Awards. Também esperamos que isso seja o começo de um tempo de cura e restauração para todos os envolvidos e impactados.

Após o anúncio oficial da AMPAS, o ator divulgou uma curta nota informando:

Eu aceito e respeito a decisão da Academia.

O Conselho da Academia inclui Steven Spielberg, Ava DuVernay, Laura Dern e Whoopi Goldberg em sua lista atual e não havia muito mais que eles pudessem realmente fazer. Vendo onde o desastre que provavelmente terminaria a situação, Will Smith fez uma jogada de xadrez no dia 1º de abril e renunciou à Academia. Em sua carta após vencer o Oscar de Melhor Ator por “King Richard: Criando Campeãs”, o ator disse:

Minhas ações na 94ª cerimônia do Oscar foram chocantes, dolorosas e sem desculpas. A lista daqueles que eu machuquei é longa e inclui Chris, sua família, muitos dos meus queridos amigos e amados, todos aqueles presentes, e audiências globais em casa. Eu traí a confiança da Academia. Eu privei outros indicados e vencedores da sua oportunidade de celebrar e ser celebrado por seu extraordinário trabalho. Estou de coração partido. Eu quero colocar o foco de volta para aqueles que merecem atenção por suas conquistas e permitir que a Academia volte ao incrível trabalho que faz ao dar suporte à criatividade e à arte no cinema.

Nos últimos dias, rumores de que o Conselho de Governadores da organização, com mais de 50 pessoas, estava considerando fortemente uma expulsão de uma década como parte de seus “processos disciplinares”, a decisão do dia 1º de abril do ator efetivamente neutralizou a organização. Embora desincentivos para futuros prêmios da Academia, uma multa ou mesmo um processo por manchar a marca Oscar tenham sido discutidos em vários graus nos últimos dias, nunca houve a possibilidade de Will Smith ter seu Oscar de Melhor Ator tirado dele.

Embora ele não tenha permissão para entregar o prêmio de Melhor Atriz no 95º Oscar – como é tradicional ser entregue pelo vencedor anterior do Oscar de Melhor Ator – não há nada na decisão da Academia que bloqueie o ocupado Will Smith de ser nomeado novamente nos próximos anos.

Após o tapa em Chris Rock, a Academia informa que solicitou à representante de Will Smith, Meredith O’Sullivan, para que o ator se retirasse do Dolby Theatre, o que é negado pelo ator e pessoas próximas a ele. Sem nenhum controle ou responsabilidade, o ator foi mantido na fileira da frente por mais de meia-hora antes de subir ao palco novamente, desta vez para aceitar seu Oscar de Melhor Ator e discursar por mais de 5 minutos.

Além disso, se Chris Rock, agora em turnê, tivesse apresentado um boletim de ocorrência contra Will Smith, o ator poderia ter enfrentado até seis meses atrás das grades e uma multa de US$ 100.000 se considerado culpado pela acusação de contravenção, uma vez que o ataque está sob a lei da Califórnia.

Confira abaixo o comunicado completo do Presidente da AMPAS David Rubin e CEO Dawn Hudson:

A 94ª edição do Oscar deveria ser uma celebração dos muitos indivíduos em nossa comunidade que fizeram um trabalho incrível no ano passado; no entanto, esses momentos foram ofuscados pelo comportamento inaceitável e prejudicial que vimos o Sr. Smith exibir no palco.

Durante nossa transmissão, não abordamos adequadamente a situação no Teatro. Por isso, lamentamos. Esta foi uma oportunidade para darmos um exemplo para nossos convidados, espectadores e nossa família da Academia em todo o mundo, e ficamos aquém – despreparados para o inédito.

Hoje, o Conselho de Governadores convocou uma reunião para discutir a melhor forma de responder às ações de Will Smith no Oscar, além de aceitar sua renúncia. O Conselho decidiu, por um período de 10 anos a partir de 8 de abril de 2022, que o Sr. Smith não poderá participar de nenhum evento ou programa da Academia, pessoalmente ou virtualmente, incluindo, entre outros, o Oscar.

Queremos expressar nossa profunda gratidão ao Sr. Rock por manter a compostura em circunstâncias extraordinárias. Também queremos agradecer aos nossos anfitriões, indicados, apresentadores e vencedores por sua postura e graça durante nossa transmissão.

Esta ação que estamos tomando hoje em resposta ao comportamento de Will Smith é um passo em direção a um objetivo maior de proteger a segurança de nossos artistas e convidados e restaurar a confiança na Academia. Também esperamos que isso possa iniciar um tempo de cura e restauração para todos os envolvidos e impactados.

Obrigado.

Sigam-me os bons: