Amazon está desenvolvendo sequência “Blade Runner 2099”

Amazon está desenvolvendo sequência “Blade Runner 2099”

Os replicantes sairão das telonas diretamente para as telinhas uma vez que a Amazon Studios colocou uma nova série live-action do universo de “Blade Runner” em desenvolvimento, segundo informações do Deadline. Ridley Scott, que dirigiu o filme original de 1982 produzirá a série “Blade Runner 2099”, uma sequência do segundo filme, “Blade Runner 2049” que foi lançado em 2017 e dirigido por Denis Villeneuve.

Silka Luisa, showrunner do próximo drama da Apple TV+ “Shining Girls” estrelado por Elisabeth Moss, está escrevendo e produzindo “Blade Runner 2099”, que é assinado pela Alcon Entertainment em associação com Scott Free Productions e Amazon Studios.

O projeto será a primeira série live-action de “Blade Runner” e foi colocada como desenvolvimento prioritário na Amazon Studios, garantindo roteiros mais rápidos de olho em uma potencial data de produção. De acordo com fontes, Ridley Scott também deverá dirigir a série caso o projeto siga adiante.

“Blade Runner” de 1982 – uma adaptação do romance de Philip K. Dicks, “Do Androids Dream of Electric Sheep?” – é situado em um distópica Los Angeles de 2019, na qual humanos sintéticos conhecidos como replicantes são construídos biologicamente pela poderosa Tyrell Corporation para trabalhar em colônias espaciais. Quando um grupo fugitivo composto de replicantes avançados foge para a Terra, um policial concorda relutantemente em caçá-los. Harrison Ford, Rutger Hauer, Sean Young e Edward James Olmos estrelam o longa.

Na sequência de 2017, na qual se passa em 2049, o filme é estrelado por Ryan Goslin como um blade runner (caçador) replicante, que descobre um segredo que ameaça desestabilizar a sociedade. Harrison Ford e Edward James Olmos reprisam seus papéis do filme original e a sequência também conta com Ana de Armas, Dave Bautista e Jared Leto.

Como indica o título “Blade Runner 2099”, a próxima continuação da franquia de ficção científica neo-noir será situada 50 anos após a sequência. Ainda na franquia, “Blade Runner: Black Lotus” é uma série de anime que foi lançada no ano passado na Adult Swim e Crunchyroll, situada no ano de 2032 e centrada numa replicante feminina, dublada por Jessica Henwick.

“Blade Runner 2099” é a mais recente extensão da franquia desde que a Alcon Entertainment comprou os direitos para filmes, televisão e utilização da franquia em 2011, permitindo a produção de prequels ou sequências do clássico sci-fi de 1982. A companhia está por trás da série “The Expanse” da Amazon Prime Video. Além disso, a empresa tenta ampliar as licenças em torno de “Blade Runner” nos últimos anos, fazendo acordos com a Striker Entertainment para criação de produtos.

O projeto “Blade Runner 2099” foi levado ao mercado do streaming na última temporada. Quando Ridley Scott falou um pouco do projeto em novembro – contando à BBC que o episódio piloto e a bíblia foram escritos sem contar outros detalhes – as conversas com a Amazon Studios começaram. A série “Blade Runner” é a segunda grande franquia que Scott está adaptando para as telinhas. Noah Hawley está por trás da reinvenção de “Alien” para o FX, preparando a produção para 2023.

A Scott Free Productions está atualmente responsável pela série de ficção científica da HBO Max “Raised By Wolves”, que lançou sua segunda temporada recentemente este mês. Também produz “Jigsaw” para a Netflix, “The Good Fight” (que está levando sua sexta temporada para a Paramount Plus) e a adaptação de Steven Knight para “Great Expectations” de Charles Dickens para a FX e BBC.

Sigam-me os bons: