“Round 6” se torna maior lançamento da Netflix

“Round 6” se torna maior lançamento da Netflix

Grande sucesso na plataforma de streaming, a série “Round 6” obteve 111 milhões de espectadores em seu primeiro mês na Netflix, de acordo com dados estimados do próprio serviço, se tornando o maior lançamento da história da gigante do streaming.

A grande marca bate os primeiros 28 dias do recordista anterior, “Bridgerton”, que foi visto por 82 milhões de assinantes durante sua estreia no último Natal. A Netflix conta qualquer amostra de pelo menos dois minutos de qualquer episódio como uma visualização oficial.

O drama sul-coreano exemplifica o crescente crescimento da Netflix e ênfase em programação em diversas regiões do mundo. “Round 6” rapidamente alcançou o primeiro lugar em 90 países após sua estreia em setembro, ajudado pelo investimento da Netflix em legendar e dublar a série em mais de 30 linguagens, muito mais que seus rivais fazem. Cruzando fronteiras, a série seguiu um caminho estabelecido nos últimos anos por séries como “La Casa de Papel”, “Dark” e “Lupin”, só que obtendo o nível muito maior de divulgação e resultados.

Os esforços da companhia em tornar a marca mais internacional conseguiram comentários até mesmo do rival, fundador e presidente executivo da Amazon, Jeffrey Bezos, que disse que a “estratégia de internacionalização não é fácil, mas eles estão fazendo acontecer. Impressionante e inspirador (e eu mal posso esperar para ver a série)”.

Os resultados de “Round 6” ajudam a validar uma série de movimentos estratégicos que a gigante do streaming fez para se auto-reorientar através da programação mundial. Durante uma aparição no último mês, o Co-CEO Ted Sarandos indicou que “Round 6” seria coroada como o maior lançamento da companhia.

A Netflix transmitiu seu primeiro show original em 2012, com “House of Cards” e começou um grande plano de expansão global quatro anos depois. Agora, o serviço opera em mais de 200 países e possui 209 milhões de assinantes. Os números de “Round 6” revelam o ótimo timing e aumentam o valor da empresa aos investidores, uma semana antes da Netflix divulgar seus resultados do terceiro trimestre do ano.

Sigam-me os bons: