Kellan Lutz confirma saída de FBI: Most Wanted

Kellan Lutz confirma saída de FBI: Most Wanted

Os fãs de “FBI: Most Wanted” viram as últimas cenas do Agente Especial Kenny Crosby. De acordo com o TV Line, seguindo os eventos da estreia da terceira temporada na última terça-feira – que foi a segunda parte de três no crossover com “FBI” e o novo spin-off “FBI: International” – o membro do elenco original, Kellan Lutz, confirmou sua saída do drama procedural da CBS.

Após o episódio, o veterano de “Crepúsculo” liberou um comunicado em suas redes sociais, comunicando que uma série de eventos da vida real, incluindo a perda de sua primeira filha em 2020, levaram o ator a sair do elenco mais cedo. Em seu comunicado, Lutz diz:

Crosby não vai mais perseguir nenhum bandido por um tempo. 2020 foi muito para todo mundo. Comigo começou com a perda da minha primeira filha, então quase minha esposa, e ambos os avós entre outras coisas, tudo em meio a uma pandemia global no lado oposto do país com a minha família, amigos e o sistema de suporte inteiro. Se 2020 me ensinou alguma coisa é o quanto a família realmente é. Após bastante oração e reflexão, eu tomei essa difícil decisão para me mudar minha família de volta (para a California) para que nossa filha possa crescer com seus avós, tias, tios, e primos, em pouco tempo de carro.

Lutz também agradeceu especialmente à CBS, Dick Wolf, Universal Television e toda a equipe de “FBI: Most Wanted” por darem muito suporte e compreensão em sua decisão.

No crossover, o Agente Crosby ajuda a Agente Especial Maggie Bell após um suspeito de assassinato ser identificado como Curt Williams, um colega veterado que serviu ao lado de Crosby no Exército. Crosby leva um tiro de Williams, precisando ser levado para cirurgia imediata. O prognóstico parecia ruim, mas ele se salva. Encarando uma longa recuperação, Crosby deixa o time do FBI e retorna para a casa dos pais em Oklahoma.

Sigam-me os bons: