Crítica: The Flash – 4×04 – Elongated Journey Into Night

Crítica: The Flash – 4×04 – Elongated Journey Into Night

O texto a seguir é uma crítica referente ao episódio 4×04 da série The Flash. Se você ainda não assistiu, já puxa o freio de mão que vem spoiler daqui pra baixo.

Um ótimo episódio, com a apresentação do Homem Elástico, o nome real da Cigana, momentos engraçados com o pai dela vs. Cisco e a adição do novo herói ao Time Flash. Também tivemos mais uma amostra da velocidade do Flash.

Quando perdemos oficialmente Julian, Wally e Jesse, era de se esperar que novos personagens fossem incluídos. Além do vilão da temporada DeVoe e sua assistente, temos agora o Homem Elástico como adição ao time.

Pelo que parece, a princípio, o herói vai trazer mais humor à equipe. Tivemos boas cenas engraçadas com a descoberta de seus poderes e suas sacadas bem humoradas.

O episódio foi bom. Temos desde o início o foco também no casal Cisco/Cigana. Começamos com a presença também de seu pai, que promete caçar Cisco pelo mundo por namorar sua filha.

Em paralelo, temos a apresentação de Ralph Dibny. O investigador é apresentado como um ex-policial sujo que adulterou evidências para prender uma pessoa anteriormente e foi expulso da Polícia, sendo obrigado a trabalhar como detetive particular. E aí temos a cabeça dura de Barry sempre com o pé atrás com Dibny, mesmo que tenha sido com uma certa razão.  

Dibny estava no ônibus com os outros 10 novos metas e, depois de negar estar no ônibus, ele é ameaçado por capangas do prefeito e assim descobre seus poderes. Ele se alonga até o chão. Barry e Joe veem a cena e o levam para o Star Labs para tratá-lo. Menção “honrosa” para a primeira vez que Joe vomita ao ver algo que um meta-humano faz.

Esticando seu corpo todo, o Time precisa localizar DNA de Ralph de antes dele se tornar um meta e para isso Barry e Iris vão até seu escritório. Uma bomba está armada e temos o primeiro show de poder de Barry, quando ele salva sua amada vibrando e atravessando os dois até a rua. O lugar explode e eles vão atrás de quem poderia querer matar Ralph: o prefeito.

O prefeito acaba virando o vilão do episódio por mandar seus capangas primeiro atrás de Ralph e depois atrás de Barry e Joe. Temos ainda a tentativa (sem sucesso) de soco do velocista em Ralph. No momento que os capangas chegam na casa do Flash, temos novamente mais um show de velocidade de Barry. E que velocidade, amigos!

   

Na parte do pai da Cigana, Josh “Breacher”, ele continua seguindo Cisco até a hora que observa as imagens de Ralph esticado no laboratório e acha que ele é um vilão de sua Terra.

Enquanto os capengas foram atrás de Joe e Barry, Ralph vai falar com o prefeito e recusar o dinheiro do suborno pelas fotos da traição do homem da cidade. Com a recusa, o prefeito tenta matá-lo atirando em sua cabeça. Mas é o Homem Elástico que estamos falando e ele não tem sucesso.

Com o Breacher tentando acabar com a raça de Ralph, o prefeito sequestra Joe e Cisco chega para salvar o time. Saindo de helicóptero, Ralph acaba ajudando Barry a entrar no helicóptero e salvar o brilhante Joe, que finalmente fala o motivo de estar tão assim: Cecile está grávida.

Temos ainda no final uma cena de clipe com o Time Flash dançando com charutos, Cisco se despedindo do sogro e descobrindo que Cigana se chama Cynthia e Barry oferecendo um emprego no Time Flash e descobrindo que quem pediu para investigar o prefeito foi justamente DeVoe.

Também temos a cena final em que esperam ansiosamente pelo retorno de Caitlin. Ou Nevasca?

O episódio foi o melhor da temporada até o momento, mesmo sendo apenas o quarto episódio. Não se perdeu muito, foi bem estruturado (dirigido por Tom Cavanagh, o Harry Wells) e bem humorado. Teve nota 9 na avaliação do Tio Du, embora seja um pouco exagerado, confesso. Na próxima semana, teremos as despedidas de solteiros do casal West-Allen, vamos ver se continuaremos com esse aumento de qualidade ou teremos a primeira queda.

Sigam-me os bons: