“Black Mirror” vai voltar! Sexta temporada é confirmada

“Black Mirror” vai voltar! Sexta temporada é confirmada

Uma nova temporada de “Black Mirror” está em desenvolvimento na Netflix, de acordo com informações da Variety. Faz quase três anos que a quinta temporada do drama distópico estreou na plataforma de streaming em junho de 2019, mas fontes indicam que a nova temporada está tomando forma e o elenco começando a ser escalado.

Enquanto detalhes sobre as histórias específicas ainda estão sendo mantidas em segredo, foi divulgado pela publicação da Variety que a nova temporada terá mais episódios que o quinto ano, o que não é muito difícil, uma vez que a última leva de episódios teve apenas 3 histórias protagonizadas por Andrew Scott, Anthony Mackie, Yahya Abdul-Mateen II, Topher Grace e Miley Cyrus.

Uma fonte próxima à produção diz que a nova temporada é ainda mais cinematográfica, com cada nova história sendo tratada como um filme individual, seguindo a linha das temporadas mais recentes de “Black Mirror”, cujos episódios geralmente ultrapassavam 1 hora e tinham valores de produção incrivelmente altos.

A nova temporada de “Black Mirror” será a primeira desde que o criador Charlie Brooker e sua parceira criativa Annabel Jones deixaram a companhia de produção House of Tomorrow, que foi adquirida pela Endemol Shine Group em janeiro de 2020. Não demorou muito para que a dupla se estabelecesse sob a nova empresa de produção Broke and Bones, e a Netflix rapidamente investiu na empresa por meio de um mega acordo no qual adquire partes do negócio em um período de cinco anos, por uma quantia que poderia chegar a US$ 100 milhões.

Quando Brooker e Jones deixaram House of Tomorrow, no entanto, os direitos de “Black Mirror” ficaram com a controladora Endemol Shine Group, que acabou sendo adquirida pelo Banijay Group no meio do ano de 2020. Esse acordo efetivamente impediu Brooker e Jones de produzir mais temporadas para a Netflix até que um acordo foi fechado com Banijay, e os fãs temiam que esse seria o fim do programa.

O próprio Brooker deixou dúvidas sobre o futuro de “Black Mirror” dois anos atrás, dizendo à revista Radio Times do Reino Unido no auge da pandemia que:

No momento, não sei que estômago haveria para histórias sobre sociedades caindo, então eu não estou trabalhando em um desses. Estou meio ansioso para revisitar meu conjunto de habilidades cômicas, então tenho escrito roteiros para me fazer rir.

Evidentemente, um acordo foi finalmente alcançado, e a Banijay Rights – o braço de distribuição da empresa que detém o formato e os direitos finalizados de “Black Mirror” – licenciou seu programa de sucesso para a Netflix.

A Netflix e a Banijay Rights se recusaram a comentar sobre o assunto.

Embora o programa tenha estreado na emissora britânica Channel 4, onde foi ao ar por duas temporadas, o formato se tornou uma sensação global na Netflix com episódios de grande orçamento e repletos de celebridades, como “San Junipero” e “USS Callister” tomando o escuro coração do show a alturas vertiginosas e ganhando uma grande quantidade de prêmios no processo.

Sigam-me os bons: