Ruby Rose: A Batwoman da CW

Ruby Rose: A Batwoman da CW

O canal americano The CW anunciou oficialmente quem será a Batwoman de seu universo compartilhado de séries da DC: Ruby Rose, conhecida por atuar na série da Netflix, Orange is the New Black, foi escalada para viver a personagem e sua estreia deverá ocorrer ainda nesse ano.

Conforme noticiado há algum tempo, até mesmo pelo Tio Du aqui, a emissora tinha em seus planos mais um crossover das suas séries da DC (Sem contar Black Lightning que, teoricamente, é de outro universo e Legends of Tomorrow, deixada de fora desse novo evento), onde a nova personagem – e sua nova série – seriam apresentados.

Após os episódios conjuntos anteriores, Greg Berlanti – responsável pelas outras séries da DC – está a cargo de mais um projeto, apresentando sua própria Gotham City e sua heroína nessa nova história, com roteiro e produção-executiva de Caroline Dries. Sarah Schechter e Geoff Johns também serão produtores executivos.

Mesmo que a intenção original do canal não fosse ter mais que 4 séries da DC, Black Lightning já havia chegado quebrando essa regra e Batwoman aumentará ainda mais a quantidade de produções na tela da The CW. A heroína de Gotham apareceu pela primeira vez nos quadrinhos em Detective Comics de 1956, como Kathy Kane. Nos Novos 52 da DC, a personagem foi reinventada como Kate Kane, uma mulher lésbica e judia que protege Gotham.

Confira a sinopse oficial de Batwoman:

A série gira em torno de Kate Kane, que, movida com sua paixão por justiça social e talento para falar o que pensa, vai às ruas de Gotham disfarçada de Batwoman, uma lutadora de rua lésbica e altamente preparada para parar o crime da cidade. Mas, em uma cidade desesperada por um salvador, Kate precisa superar seus próprios demônios antes de abraçar o chamado para ser o símbolo de esperança de Gotham.

E aí, o que achou da escolha de Ruby Rose para o papel da Batwoman? A série vai longe? Dê sua opinião nos comentários!

Sigam-me os bons: